Dia do Malbec

No próximo dia 17 de abril o mundo comemora o Dia do Malbec, a uva emblemática da Argentina. Nada melhor para celebrar a data que um belo vinho da casta. Para ajudar na escolha, separamos três opções da Nieto Senetiner, vinícola referência do país e reconhecida internacionalmente, que demonstram a personalidade da uva em solo argentino. Os vinhos são trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora.

 Emília Malbec

Elaborado na região de Mendoza possui cor vermelha intensa e aromas que lembram ameixa madura e geleia de frutas vermelhas, com notas defumadas oriundas de seu estágio em barrica. No paladar é seco, elegante e equilibrado, com taninos suaves.

Emilia Malbec

Nieto Senetiner Malbec DOC

Vinho argentino elaborado com 100% Malbec (vinhas com 45 anos, em média), em Luján de Cuyo, em Mendoza. A certificação DOC é dada por um conselho de especialistas aos vinhos provenientes de uma zona com terroir particular e que foi elaborado segundo normas rígidas de qualidade. Amadurece durante 12 meses em barricas de carvalho francês. Possui aroma de frutas maduras como ameixa e figo, com notas de baunilha e tabaco. Em boca é um vinho com muita personalidade, encorpado e elegante.

Malbec DOC

 

Don Nicanor Malbec

Vinho elaborado em Agrelo, Luján de Cuyo, Mendoza, em vinhedos com 30 anos de idade – Agrelo é considerado o melhor terroir em Mendoza para a produção da Malbec. Esse vinho amadurece durante 12 meses em barrica de carvalho francês de segundo uso. Na degustação, apresenta cor vermelha brilhante com nuances violeta e intensos aromas de cassis com notas de baunilha. Em boca é elegante, fresco e delicado.

Don Nicanor Malbec

 

O mundo celebra o Malbec

O dia 17 de abril de 1853 marca a apresentação de um projeto para a fundação da Escola de Agricultura na Argentina, com o objetivo de desenvolver a indústria vinícola do país. Poucos anos mais tarde, o país começou a despontar como grande produtor de vinhos, em especial da uva Malbec. Pela importância histórica da data, a instituição Wines of Argentina (WofA) escolheu o dia 17 de abril para as comemorações do Dia do Malbec.

Origens

Graças à Argentina a Malbec é uma estrela, mas as origens da uva são europeias. Em Cahors, sudoeste da França, desde os tempos do Império Romano, eram elaborados vinhos tintos chamados “de Cahors”, com a casta Cot. No século XVIII essa mesma uva foi levada para Bordeaux, onde era cultivada para dar corpo e cor aos tintos mais delicados feitos por ali. Depois do estrago que a filoxera fez na Europa, em meados do século XIX, sobrou muito pouca Cot para contar a história na França. A sorte é que ela já tinha sido levada para a Argentina na tentativa de elevar a qualidade da indústria vinícola do país pelas mãos dos imigrantes italianos e franceses. Logo a casta mostrou todo potencial nos diferentes terroirs argentinos e começou a produzir vinhos melhores que em seu país de origem. Atualmente a Argentina é o principal produtor de Malbec do mundo, seguida por França, Itália e Espanha.

Tags: , , , , , , , ,